Curso Redes Sociais para profissionais da Gastronomia – BH (presencial)

O uso das redes sociais na hora da tomada de decisão de consumo ou de compra transformou o mercado de inúmeros segmentos. Com a disseminação das novas mídias, hoje qualquer pessoa pode consultar ou registrar opiniões e relatos sobre produtos e serviços de forma simples, porém, ampliada.

O impacto dessa nova cultura digital para empresas que não estão preparadas para lidar com esse tipo de comunicação pode custar caro. Um relato de uma experiência ruim em um restaurante que não for respondida pode causar sérios danos à imagem do negócio, da mesma maneira que uma empresa com ações focadas no marketing digital pode se destacar no mercado.

No papel de empreendedor ou de colaborador de algum negócio de gastronomia, o conhecimento de técnicas, conceitos e estratégias para lidar com as redes sociais é fundamental para o sucesso profissional.

Com o objetivo de criar empoderamento ao profissional da gastronomia quando o assunto é divulgação e comunicação estratégica nas redes sociais, as jornalistas e empreendedoras Raquel Camargo e Cínthia Demaria convidam pessoas que trabalham em restaurantes, bares, buffets, docerias e empresas do tipo para um dia de compartilhamento de conhecimentos de redes sociais. Veja detalhes da proposta:

Curso Redes SOciais Gastronomia
Redes sociais para profissionais de gastronomia
Data: 15 de dezembro – de 9 às 17h
Local: Espaço Vila da Serra (próximo à Praça do Papa) – Belo Horizonte

Objetivo: Capacitar profissionais da área de gastronomia para usarem de forma adequada as Redes Sociais com intuito de garantirem credibilidade, confiança e encantamento do público.

Saiba sobre o que vamos falar:

– Onipresença digital: você está fazendo isso errado?
– Foco no conteúdo: qual o melhor tipo de publicação e quais técnicas de redação usar na hora de falar com seu público pela internet?
– Planejamento: medir para acertar: entenda mais sobre planejamento sazonal, com assuntos relevantes para o público de gastronomia e comportamento nas redes sociais.
– Atividades práticas com os cases dos participantes
– Técnicas de engajamento e Psicologia do Consumo
– Técnicas de storytelling

Valores:
Até dia 26 de novembro: 180 reais
Após dia 27 de novembro: 200 reais

Facilitadoras da troca de conhecimentos:
Raquel Camargo – jornalista, mestre em Estudos de Linguagens pelo Cefet-MG com projeto sobre apropriação Literária no Twitter, já trabalhou com redes sociais com personalidades como Eduardo Costa, Itamar Franco e marcas como UOL, Uni-BH e projetos do Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas.

Cinthia Demaria – jornalista, especialista em Mídias e graduanda em Psicologia, já trabalhou em diversas agências de publicidade e também atuou no setor de comunicação do Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas.

INSCRIÇÕES AQUI!

Anúncios

Alô! É eleição, não futebol.

Não confundam as bolas. O sangue nos olhos explícito no Facebook tem desfeito amizades e revelado de repente, um Brasil que pode ser perfeito aos olhos petistas ou peesedebistas. Não foi isso que milhares de pessoas foram mostrar nas ruas no ano passado, nem quando vaiaram a presidente em frente às lentes mundiais da Copa do Mundo. O gigante acordou porque estava insatisfeito com TODA e qualquer política suja praticada neste país.

Eu realmente esperava mais dos brasileiros nessa eleição. Nenhum candidato é santo e todo mundo sabe que cada qual tem uma denúncia aqui, um descaso acolá, bem como os partidos que representam. Pelo que vi nas ruas de praticamente todas as cidades brasileiras no ano passado, eu sinceramente esperava uma postura mais crítica e não o que tenho visto nos perfis do Facebook dando o tom de “O Brasil só tem jeito se o candidato X ganhar a elieição”.

Sejamos coerentes. A disputa presidencial virou discussão pessoal nas Redes Sociais. E a insatisfação com TUDO e com TODOS que acordou o gigante? E o #vemprarua que uniu o país? Nego está batendo boca por preferência e defendendo a ferro e fogo o time que torce e perdendo toda a sua compostura chamando de burro quem tem a visão contrária a sua.

Peraí, gente! Não é FlaXFlu, CruXCam, IntXGre e companhia limitada. Defenda (e não ofenda) a sua posição política.

Não vamos deixar (mais uma vez) que a culpa de um país mal governado seja nossa!

O mundo online de Alice #sqn

Quem nunca teve a sensação de que sua vida está ó… uma bosta, quando abre o Facebook, que atire a primeira pedra. Pesquisas apontam que o Facebook tem causado depressão a crianças e jovens, por não se acharem ‘a altura’ dos amigos que conquistam mais visibilidade na rede.

No mundo das celebridades, que é o que as Redes Sociais proporcionam aos seus adeptos, não há tristeza, frustração nem perdas. Todos são felizes, comem as melhores comidas, frequentam os melhores lugares, fazem as melhores viagens e amam imensamente uns aos outros.

Esse vídeo produzido pela HigtonBros consegue ser impactante por mostrar qual o real problema da comparação entre essa vida editada das redes sociais e a que tocamos na vida real.

Alguém já se imaginou sair com a galera e não tirar uma foto para publicar?

Vale a reflexão para conhecermos quem somos e a luta diária com quem gostaríamos de ser.

Quer vender para brasileiros? Invista no mobile!

4

Que o crescimento da publicidade em celulares e tablets é sem volta, não há a menor dúvida. A novidade é que o Brasil se destacou no estudo desenvolvido pela PwC que comparou o comportamento de quatro outros mercados potenciais para o uso de publicidade móvel: EUA, Grã-Betanha e China. O brasileiro é o mais engajado em atividades móveis, o mais interessado em interagir com a publicidade móvel, e os mais ‘propensos’ a permitir o acesso das empresas às suas informações pessoais.

Continue a ler Quer vender para brasileiros? Invista no mobile!

Mitos modernos e Redes Sociais

kurt_cobain-mito-redes-sociais

Durante toda a minha trajetória acadêmica, me dediquei a estudar o fenômeno dos ídolos que se tornam mitos eternos nos discursos midiáticos depois que eles morrem. Sim, somente depois me debrucei sobre Redes Sociais para fins profissionais e por acreditar no potencial dessas mídias. Entretanto, estudar celebridades (que também tem tudo a ver com os 15 minutos de fama que buscamos pelo Facebook hoje), foi meu objeto de leituras por um bom tempo, e ainda continua a ser na Psicologia. Afinal, não há como falar sobre o comportamento do consumidor se não levar em conta a sociedade do espetáculo e a promessa de exibicionismo que as marcas tentam promover aos fãs.

Continue a ler Mitos modernos e Redes Sociais

É oficial: tuítes com fotos e vídeos têm mesmo maior taxa de RTs

Quem trabalha com mídias sociais já havia reparado que tuitadas acompanhadas de foto geram muito mais engajamento do que um simples texto. Tanto é que muitas publicações deixaram de atualizar seus perfis do Twitter por meios automatizados, que tradicionalmente publicam apenas texto e link, para efetivamente postar e monitorar as suas redes, incluindo fotos, vídeos, aspas e até opiniões nas tuitadas.

E o que era apenas um feeling de quem trabalha na área agora foi comprovado oficialmente. Douglas Mason, cientista de dados do Twitter, analisou tuítes de diversos usuários verificados nos EUA, dos setores de música, notícia, esportes, TV e governo, e encontrou uma relação direta entre postagens com conteúdos multimídia, links, hashtags e informações diretas – como citações ou estatísticas – e um maior número de retuitadas.

Continue a ler É oficial: tuítes com fotos e vídeos têm mesmo maior taxa de RTs