App descobre quem seus amigos do Facebook realmente são

Rel8 cria perfis psicológicos de usuários a partir de seus dados de personalidade

empresa israelense Rel8 App desenvolveu um aplicativo (grátis para iPhone e iPad) que analisa os dados sociais do Facebook utilizando programação baseada em neurolinguística e outros conceitos de psicologia para criar perfis pessoais, baseando-se nos interesses, gostos, traços e atividades que os usuários registram pela rede.

Continue a ler App descobre quem seus amigos do Facebook realmente são

Prisma da Conversação 4.0 mostra quais são as redes sociais dominantes

O infográfico (ou mapa visual) que começou a ser desenvolvido em 2008 por Brian Solis, sobre todo o cenário existente no que se refere às redes sociais, ganhou uma atualização no mês passado e publicou o resultado de um novo estudo sobre etnografia digital que monitora as redes sociais dominantes na Internet e as mais promissoras, organizadas do modo como estão a ser utilizados na vida cotidiana dos usuários.

A versão 4.0 do Conversation Prism mostra as tendências para quem trabalha com comunicação e ainda mapeia como as empresas e os profissionais de comunicação podem usar esse infográfico para entender o cenário web atual.

Aplicabilidade do guia

Há algumas razões que fazem desse infográfico um ótimo material de trabalho:

  • Mostrar ao seu cliente (ou gestor) as mídias sociais vão além doe Facebook, Youtube e Twitter;
  • Compartilhar com seu time um mapa de oportunidades em diversas mídias;
  • Conhecer novos canais para emitir a sua mensagem;
  • Atualizar-se das tendências e ampliar escopo de atuação.
Gostou? Faça o download do prisma (em diversos formatos) no site oficial!

Salário e ausência de plano de carreira são as principais queixas dos profissionais de comunicação de Minas Gerais

Apesar disso, a maioria acredita que o mercado pode oferecer melhores condições para a carreira a longo prazo

Há 15 dias, o Publiminas lançou uma pesquisa para saber o quanto as agências e empresas de Comunicação de Minas Gerais preocupam-se com a “saúde criativa” de seus profissionais. Foram 7 dias de apuração e 123 respostas obtidas. O resultado da pesquisa você confere a seguir.

Dentre os entrevistados, 74% trabalham em agências de Publicidade e a maioria dos respondentes atuam com designers/diretores de arte, atendimento ao cliente, mídias sociais e redatores.

Um dos fatores que chamou a atenção foi o fato das contratações serem feitas, em 50% dos casos, pelos donos das empresas, contra 14% de um setor de RH.

Quando perguntados se executavam as tarefas para qual foram contratados, 47% diz executar mais do que previa. Entretanto, 42% disseram fazer o que esperavam e o que gostam. Já em relação ao salário, 85% diz que não recebe um salário justo pelas tarefas que executa e a maioria disse estar abaixo da cotação do mercado.

Pela amostra foi possível concluir ainda, que as empresas estão equipadas com a infraestrutura básica e estão na média (nota 3 numa escala de 1 a 5) em relação à importância que dão para os funcionários. Os trabalhadores, por sua vez, deram nota 4 para a importância que a empresa representa para sua carreira.

Os colegas de trabalho, o ambiente e a localização foram consideradas as questões mais favoráveis das empresas. Enquanto isso, a falta de plano de carreira e a falta de benefícios foram os mais criticados.

Mais de 60% disse que tem vontade de sair da empresa em quem trabalha em decorrência do baixo salário.

As horas extras foram citadas como benefício para folgas compensativas, em contrapartida foram criticadas por impossibilitarem a realização de tarefas pessoais.

Apesar da queixa em relação ao salário, 68% das pessoas admitiram que ainda há esperança no mercado mineiro. Muitos acreditam que a publicidade está ganhando espaço e os criativos devem reunir-se e assumir lideranças para mudar a realidade salarial, bem como a regulamentação de algumas carreiras.

A expressão “Mercado prostituído” foi citada algumas vezes, graças a profissionais que aceitam trabalhar com baixo salário. O caminho, para muitos, é fazer com que os donos das empresas valorizem mais a qualidade do serviço prestado do que o “dinheiro no bolso”. A falta de união entre os profissionais foi questionada várias vezes.

Algumas pessoas do interior do estado reclamaram da falta de visão dos empresários em contratar profissionais sérios e capacitados. Algumas pessoas disseram que pretendem sair do estado para alçar voos maiores.

Clique aqui para ver a pesquisa completa.

Na minha próxima coluna traremos os comentários de um Psicólogo do Trabalho sobre as possíveis ‘soluções’ para o mercado e a saúde criativa dos funcionários. Não percam!

95% dos jovens brasileiros se dizem viciados em tecnologia

Uma pesquisa nacional revelou que 95% dos brasileiros com idades entre 15 e 33 anos se consideram viciados em tecnologia. Realizado entre os dias 26 de junho e 2 de julho de 2013, o estudo foi revelado pelo painel Conectaí, em uma parceria com o youPIX e o IBOPE Media.

Conforme informou o estudo, há um certo padrão no comportamento destes participantes: 95% declarou possuir conta no Facebook, enquanto o Twitter obteve percentual de 72%. Indo além dos limites das redes sociais, a comunicação via Skype é travada por 74% dos avaliados.

Continue a ler 95% dos jovens brasileiros se dizem viciados em tecnologia

Sua empresa preocupa-se com a sua saúde criativa?

Imagem

Essa é minha provocação no blog de Publicidade de Minas, o Publiminas.

O objetivo dessa pesquisa é traçar um perfil do cuidado que as agências e empresas de comunicação de Minas Gerais tem com o recrutamento, seleção e saúde dos profissionais que lidam com criação e satisfação dos clientes em divulgar as suas marcas no mercado.

Para responder você não precisa se identificar, nem mesmo informar a empresa em que trabalha.

O resultado pode impactar no mercado no qual você está inserido. Portanto, preencha com atenção e divulgue para seus amigos e colegas de trabalho.

O prazo para responder à pesquisa é sexta-feira (9/8)!

O resultado da pesquisa será divulgado na minha próxima coluna, daqui 15 dias  (16/08/2013).

Contribua para o mercado de Comunicação de Minas Gerais! Sua opinião é muito importante!

Clique aqui para responder.

O resultado da pesquisa será publicado na semana seguinte, com os comentários de um Psicólogo do Trabalho.