29% dos adultos se arrependem de posts nas redes sociais

E cuidado para não se arrepender! As Redes Sociais tem sido uma válvula de escape e um muro de lamentações para quem deseja mandar recados indiretos para o chefe ou para o ex namorado. Tem ainda aqueles perfis que fazem do Facebook o divã diário, com postagens como “Hoje acordei assim, fui correr, tive uma decepção, briguei com fulano etc”. O que muitas pessoas não lembram é que o seu mural nada mais é do que a sua vitrine na Internet, onde o comprador pode ser o recrutador do seu próximo emprego ou quem sabe, o futuro pretendente.

Prova disso é que um estudo realizado site jurídico FindLaw concluiu que 29% dos adultos se arrependem do que postam nas redes. A pesquisa entrevistou mais de 1.000 adultos americanos sobre o comportamento que tinham nas redes sociais Twitter, Facebook, Instagram, Pinterest e Tumblr.  

Entre os jovens adultos com idades entre 18 e 34 anos, 29% disseram já ter publicado uma foto, comentário ou outra informação pessoal que poderia comprometer seu atual ou futuro trabalho. E esta preocupação fez com que muitos retirassem os conteúdos do ar. Cerca de 74% destes jovens adultos já removeram alguma informação para evitar reações negativas de um funcionário ou do chefe. 

No entanto, este tipo de preocupação não acata adultos mais velhos na faixa etária de 35 a 64 anos. Destes, apenas 36% disseram já ter retirado um conteúdo do ar. 

Mesmo com essas preocupações, 82% dos jovens adultos admitem prestar atenção às configurações de privacidade, enquanto apenas 6% dizem utilizar a configuração padrão da rede social. 

A FindLaw lembra que praticamente todos os conteúdos continuam disponíveis na internet, mesmo após serem deletados. O site sugere que para evitar este tipo de arrependimento, o usuário verifique as configurações de privacidade e limitem suas informações pessoais nas redes sociais.

Um segundo basta para o conteúdo se espalhar. Portanto, cuidado com o que você posta e não caia na armadilha que a instantaneidade que os smartphones nos proporcionam. 

Leia tambémE se fosse pra ser “anti-social” em troca de honestidade? Rede propõe fim às “indiretas

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s