Fan Page educativa mostra que Rede Social é muito mais que entretenimento

Gina Indelicada, Chapolin Sincero, Hebe Design e Coruja Depressão. Esses são alguns dos personagens que, com fan pages engraçadas no Facebook, tornaram-se verdadeiros fenômenos na maior rede social do mundo. No entanto, não apenas de humoristas vivem as fan pages em busca de “curtidas” na rede. Muitas delas se transformaram em canais oficiais de empresas ou mesmo disponibilizam conteúdos de serviços importantes para o dia a dia.

É o caso da Língua Afiada, uma fan page criada com o objetivo de oferecer dicas da Língua Portuguesa a quem se interessar. Quem “curte” a página ganha o direito de responder pequenos testes de Português todos os dias, ou simplesmente, ficar conhecendo novas dicas e macetes da Língua Pátria. Com pouco mais de duas semanas no ar, a Língua Afiada já está próxima de 300 Likes e tem caído no gosto não apenas de estudantes e concurseiros como também de pessoas dispostas a melhorar sua escrita ou se reciclar frente às novas regras da ortografia. Tudo de um jeito lúdico e descontraído.

Para o jornalista Téo Scalioni, um dos idealizadores da Língua Afiada, o facebook pode sim divulgar conteúdos com qualidade e que sejam úteis no cotidiano das pessoas. “Trata-se de uma ferramenta com um alcance muito grande e precisa ser aproveitada também para melhorar e enriquecer o conhecimento ”, afirma ele, que não recrimina de forma alguma as páginas de humor, consideradas pelo própria rede social como páginas de futilidades. “Há muita gente no Facebook. Por isso tem espaço para todo mundo. Às vezes as páginas consideradas fúteis são úteis para melhorar o dia e o humor das pessoas”, considera.

O jornalista conta que teve a ideia após participar de um curso de português e observar a quantidade de “pegadinhas” da nossa língua. “Percebi que poderia repassar questões que geram dúvidas a mais pessoas por meio do Facebook. Nosso diferencial em relação a outras fan pages é que não damos apenas as dicas. Também postamos os exercícios, instigando as pessoas a responder e a testar seu conhecimento”. Ele elabora o conteúdo diário da Língua Afiada pesquisanso em gramáticas convencionais, dicionários e na própria internet.

Sobre suas expectativas, o idealizador da fan Page acentua que a meta do Língua Afiada é terminar o ano com mais de mil likes. Para isso, pretende organizar, em dezembro, um “Quiz” de português com direito a prêmios como mini-dicionários e CDs que serão entregues aos vencedores do teste. “Também em breve vamos investir em anúncios do próprio facebook”, garante.

Foto: Matéria da Língua Afiada, publicada essa semana no jornal Estado de Minas.

Anúncios