Mídias Sociais 2013: o que vem por aí

O crescimento das Mídias Sociais continua a tomar proporções consideráveis, a ponto de ser impossível parar de fazer pesquisas. Pelo contrário, elas estão apenas começando.

De acordo com o infográfico em vídeo feito pelo Erik Qualman, as estatísticas mostram que o Facebook poderia ser o terceiro país do mundo, com um bilhão de pessoas. Você ainda não tinha parado pra pensar nisso, né?

Confira o vídeo infográfico.

Os dados relevantes e atuais mostram, ainda, que usuários de games sociais irão comprar comprar $6 bilhões em bens virtuais esse ano, esse mesmo público só vai gastar $2,5 bilhões em bens reais. O lançamento do Ford Explorer no Facebook gerou mais tráfego do que um anúncio do Super Bowl.

Por que isso é importante? De acordo com um levantamento feito pela revista Info Exame, o varejo on-line brasileiro deve faturar R$ 3,25 bilhões com vendas de Natal, o que representa alta de 25% em relação ao mesmo período do ano passado, de acordo com levantamento da e-bit, empresa especializada em informações do comércio eletrônico.

Considerar o crescimento contínuo dessas mídias é, no mínimo, pensar em uma questão de sobrevivência no mercado publicitário.

Anúncios

Não subestime o Google+

Em 2012, o Google+ reuniu 400 milhões de usuários, de acordo com pesquisa divulgada pela Lemon.ly. A empresa analisou os 10 players que mais se destacaram esse ano no mercado de social media e compilou estatísticas muito interessantes, que podem ser conferidas neste infográfico.

Obviamente o destaque ainda permanece nas (já esperadas) redes Facebook e Twitter; e nas novatas Instagram e Pinterest. Entretanto, o Google+ dispõe de algumas qualidades que não devem ser ignoradas por quem trabalha com Mídias Sociais.

Você não divulga seu trabalho no Google+? Você pode estar perdendo visibilidade no ranking do Google!

Desde o lançamento do Google Plus a gigante de busca vem tentado fazer com que sua rede social decole e uma das ferramentas utilizadas para que isso aconteça é justamente a influência que pode exercer no Search Engine Optimization (SEO).

Um dos fatores que o Google prevê para que seu artigo seja bem colocado no ranking, são os compartilhamentos e recomendações dentro do Google Plus.

E para quem usa?

Não é só para quem trabalha estrategicamente com informação. Para os usuários, a ferramenta também prevê formas interativas de engajamento, como:

Círculos
No Google+ “círculos” equivale aos “grupos” do Facebook. Os círculos permitem que o usuário classifique todos os seus contatos em diferentes círculos de modo que quando um conteúdo for postado ele pode ser exibido apenas para círculos específicos. Você também pode definir se a atualização será pública ou privada.

Hangouts
Através deste recurso é possível criar salas de conferência através de vídeo, compostas por até nove participantes. É a melhor forma de trocar ideias, contar histórias e criar estudos de caso para os seus clientes.

Portanto, se você ainda não usa o Google+ em suas campanhas, pare de subestimá-lo. Lembre-se que o Facebook é a maior, mas nem sempre o que atinge a todos pode atingir o seu público específico.