Redes Sociais nas empresas: lucro na visibilidade e prejuízo no mau uso

O portal de tecnologia IDG Now publicou ontem, uma pesquisa do instituto uSamp dos Estados Unidos feita com 500 trabalhadores usuários de redes sociais. A grande maioria dos entrevistados representam uma cara perda de foco no trabalho (ou seja, dinheiro). A pesquisa afirma que 60% das interrupções no trabalho envolvem o uso das chamadas ferramentas sociais (Facebook, Twitter, e-mail, Messenger…). Por conta disso, 45% dos empregados não conseguem trabalhar nem 15 minutos sem serem interrompidos. E 53% perdem pelo menos uma hora por dia com esse tipo de distração.

Os donos de empresa que lerem esse post vão querer desabilitar agora mesmo, todos os serviços que hoje estão disponíveis para seus funcionários. Entretanto, considero essa posição arbitrária e pouco eficiente. Com a internet nos smartphones e tablets, alguém vai deixar de usar as redes para se comunicar? Nããão! Sem contar que o que é proibido é sempre coibido.

Então, como usar as Redes Sociais a favor da sua empresa, sem tirar o foco do trabalho dos funcionários?

1) Não pode contra a liberdade de expressão? Lute a favor dela! Promova workshops, treinamentos e palestras que podem ser desenvolvidas pelo pessoal de marketing da empresa, apontando as ferramentas das Redes Sociais como melhoria para o trabalho. Se sua empresa é de engenharia, dê boas opções de jornais, revistas e literaturas sobre o assunto, para que os funcionários ganhem conhecimento, ao invés de perder produtividade.

2) Faça da informação um compromisso na sua empresa! Tudo que os usuários leem na rede pode render um bom informativo interno. Semanalmente, recolha de cada setor, um clipping colecionado pelos próprios funcionários. As melhores notícias podem virar um boletim eletrônico mensal, citando o nome do empregado que encontrou aquela informação nas Redes Sociais. Assim, você o força a ler conteúdo útil e ainda promove o bem para todos.

3) Boas atitudes entre os funcionários vão para os perfis! O funcionário qualificado pela informação estará cada vez mais ativo na web, comentando, participando de fóruns e representando a sua empresa.

Não adianta brigar com a teconologia, até porque, ela é hoje a principal aliada da publicidade de muitas empresas. O jeito é aliar-se a ela da melhor maneira possível!

Anúncios